Crítica à unilateralidade da narrativa histórica itapirense: a polêmica sobre os “patriarcas fundadores”

Ediano Dionísio do Prado

Resumo


O presente texto tem por objetivo efetuar uma análise crítica da crônica histórica itapirense, especificamente sobre a questão da fundação e dos fundadores. A escrita histórica dominante, veiculada nos meios de comunicação e transmitida pelas efemérides e lições escolares, foi empreendida pela perspectiva das elites econômicas e sociais, lançando névoas sobre sujeitos e fatos. Esse discurso seleciona e escamoteia dados com a intenção de cristalizar, ideologicamente, uma imagem idílica e harmoniosa dos processos sociais locais. Com base em leituras sociológicas e na revisão das obras dos mais renomados cronistas e memorialistas itapirenses, esboçamos um contraponto à versão oficializada, resgatando os sujeitos sociais expropriados, explorados e excluídos nos primórdios de formação do município. No contradiscurso desfilam, numa oposição dialética a “comendadores” e “coronéis”, caipiras de pés descalços, subalternos de toda ordem, silenciados nas tribunas da narrativa hegemônica.
Palavras-chave: Conflitos. Contradiscurso. História oficial. Manipulação ideológica. Subalternos.


Texto completo:

PDF

Referências


BRANDÃO, Carlos Rodrigues. Os Deuses do Povo - Um estudo sobre a Religião Popular. São Paulo: Brasiliense, 1982.

________Os Caipiras de São Paulo. São Paulo: Brasiliense, 1983.

________Memórias do Sagrado – estudos de religião e ritual. São Paulo: Edições Paulinas, 1985.

CALDEIRA. Álbum de Itapira. Pouso Alegre: se., 1935.

CÂNDIDO, Antônio. Os Parceiros do Rio Bonito. São Paulo: Livraria Duas Cidades,

CARVALHO FRANCO, Maria Sylvia. Homens Livres na Ordem Escravocrata. São

Paulo: Editora Kairós, 1993.

COPPOS, Odete. Congadas (Folclore). Rio de Janeiro: Editora Pongetti, 1971.

________O Livro do Negro de Itapira. Itapira: Minas Editora, 1999.

FERRO, Marc. A História Vigiada. São Paulo: Martins Fontes, 1989.

FREITAS, Charles de. Comentários sobre a fundação de Itapira. Jornal Tribuna de Itapira. 22/03/ 1998a.

________Migrantes e imigrantes de Itapira. Jornal Tribuna de Itapira. 05/04/1998b.

________Passado bem controverso. Jornal Tribuna de Itapira. 23102005

MANDATO, Jácomo. Relíquias da Terra Natal. Itapira: Editora Grupo da Pedra, 1959.

_______Algumas Informações sobre Itapira em 1916. Itapira: Gráfica Cidade de Itapira, 1976.

_______Brava Gente Italiana. Itapira: Editora Linhasgerais, Itapira, 1995.

_______ História Ilustrada de Itapira. Itapira: Editora Linhasgerais, 1996.

_______ Brava Gente Italiana. Itapira: Editora Linhasgerais, 2000.

_______ O Papa Verde-Amarelo: História da Igreja Católica Brasileira, fundada em Itapira em 1913. Itapira: Graphicall Editora,1999.

_______Os Poderes Legislativo e Executivo em Itapira desde 1858. Jornal Tribuna de Itapira 22/10/2001a.

_______Joaquim Firmino: O Mártir da Abolição. Graphicall Editora, Itapira, 2001b.

_______A escravidão em Itapira. Itapira: ArtExpressa, 2015.

MARTINS, José de Souza. Expropriação e Violência: a questão política no campo. São Paulo, Hucitec, 1991.

PRADO JR., Caio. Formação do Brasil Contemporâneo. Editora Brasiliense, Coleção

Folha de São Paulo, São Paulo, 2000.

PRADO, Ediano Dionisio do. “Vila Ilze”: o viver fragmentado do “bóia-fria” – um estudo sobre o cotidiano dos trabalhadores volantes de Itapira. Dissertação de Mestrado. Universidade Estadual de Campinas, 2001.

RIBEIRO, Darcy. O povo brasileiro: a formação e o sentido do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.




CONSCIESIUNIESI@GMAIL.COM