USO DE CHUPETA COMO FATOR CONTRIBUINTE PARA O DESMAME PRECOCE

Elaine Aparecida de Almeida

Resumo


O estudo teve o objetivo de analisar o uso de chupetas e o desmame precoce. É do tipo
longitudinal prospectivo. Os dados foram colhidos por meio de entrevistas a mães dos bebês ao
nascer, aos 2, 4 e 6 meses. Foram incluídos na pesquisa 199 binômios nascidos de parto normal
ou cesáreo, sem anomalias congênitas ou asfixia perinatal, todos submetidos ao contato pele a
pele e sucção na primeira hora de vida. Os dados coletados, foram submetidos a análise
descritiva, através de medidas de posição e dispersão para variáveis contínuas e tabelas de
frequências para variáveis categóricas. Para verificar associação ou comparar proporções foi
utilizado o teste Qui-quadrado ou teste Exato de Fisher. O nível de significância adotado para os
testes estatísticos foi de 5%. Nos resultados apresentados, a chupeta se destacou na pesquisa
como o fator de maior significância para o desmame precoce, estando esta, presente em grande
parte das crianças da pesquisa.


Texto completo:

PDF


Contato: Prof. Dr. Joaquim M. F. Antunes Neto (Editor Chefe) - consciesi@gmail.com